Sintomas comuns da alergia

Uma pessoa pode sentir no dia-a-dia sintomas comuns provocados pela alergia. Condições ainda mais graves, como ataques de asma, podem ter também um estímulo alérgico subjacente. Aqui poderá aprender mais sobre diversos sintomas característicos que são muitas vezes sinal de alergia.

Eczema  |  Febre dos fenos  |  Inflamação ocular  |  Condições gastrintestinais  |  Urticária  |  Síndrome de alergia oral  |  Asma |  Reacções anafiláticas

Os sintomas da alergia variam em termos de complexidade, gravidade e manifestação. No caso das alergias atópicas, o efeito da exposição a um alergénio pode ser imediato. Os sintomas podem ser ligeiros ou graves, indo desde comichão nos olhos a eczema, passando por rinite, conjuntivite, broncoconstrição, vómitos e diarreia, e, mais raramente, anafilaxia.

Reacções crónicas

As reacções como reacções da pele (eczema) ou ataques de asma podem ser provocadas pela alergia. Por exemplo, uma inflamação continuada do tecido pulmonar pode desencadear um ataque de asma após a exposição ao alergénio causador. Os ataques de asma também podem ser desencadeados por eventos diferentes das reacções mediadas por IgE.

As manifestações podem variar

As manifestações de doença atópica variam consideravelmente consoante o alergénio envolvido e a idade da pessoa alérgica. Durante a infância, são mais comuns as alergias a alimentos (especialmente ovos e leite). Depois dos 3 anos de idade, a maior parte das crianças tolera estes alimentos, passando a predominar a alergia a inalantes. Os anticorpos IgE específicos antecedem frequentemente os sintomas de alergia, mas os sintomas clínicos revelam-se com o passar do tempo.

Saiba mais sobre sintomas específicos de alergias:

Eczema

Sintomas

  • pele seca
  • prurido cutâneo
  • urticária
  • erupção cutânea

Estímulos comuns (alergénios)

  • alimentos (por ex. ovo, leite, peixe, trigo, amendoins, soja e avelãs)
  • ácaros
  • animais de estimação (por ex. gatos, cães, porquinhos-da-índia, coelhos)

Porque ocorrem os sintomas?

O eczema pode ocorrer devido à exposição aos alergénios. Pode também aumentar a sensibilidade aos estímulos, uma vez que a barreira natural da pele está danificada. O eczema nas crianças também tem sido ligado a um risco aumentado de desenvolvimento de rinite (por ex. febre-dos-fenos) ou asma mais tarde.

Breve exposição do eczema

O eczema é uma condição que afecta crianças e adultos. O mais comum é aparecer durante os primeiros anos da infância. As crianças pequenas apresentam frequentemente eczema nas faces, tronco e/ou articulações dos braços e pernas.

Não existe qualquer cura para o eczema, mas é importante utilizar loção. É também importante investigar a causa do eczema. Com um diagnóstico claro e bons conselhos do médico o doente estará mais bem equipado para encontrar e reverter alguns efeitos mais desagradáveis.

Febre dos fenos (rinite alérgica)

Sintomas

  • nariz entupido
  • respirar pela boca (apenas)
  • prurido no nariz
  • prurido na garganta/boca/lábios
  • prurido nos olhos, olhos vermelhos e pálpebras inchadas
  • nariz a pingar
  • espirrar
  • inchaço da boca/vias respiratórias
  • olhos lacrimejantes

Estímulos comuns (alergénios)

  • pólen (por ex. árvores, ervas e gramíneas)
  • ácaros
  • baratas
  • animais de estimação (por ex. gatos, cães, porquinhos-da-índia, coelhos)
  • outros animais (por ex. cavalos e aves)

Porque ocorrem os sintomas?

A febre dos fenos (rinite alérgica) ocorre quando os alergénios aéreos iniciam uma inflamação que dispara a produção de fluido no nariz, tracto respiratório superior e olhos. A rinite é frequentemente sazonal, ocorrendo durante as estações do pólen, mas também pode ser perene e persistente durante o ano.

Breve perspectiva da febre-dos-fenos

A febre-dos-fenos ou rinite alérgica é uma doença extremamente comum muitas vezes confundida com uma constipação vulgar. No entanto, a rinite pode desenvolver problemas mais graves, como asma. É sempre melhor investigar os sintomas recorrentes ou prolongados.

Inflamação ocular

Sintomas

  • prurido nos olhos, olhos vermelhos e pálpebras inchadas
  • olhos lacrimejantes

Estímulos comuns (alergénios)

  • pólen (por ex. árvores, ervas e gramíneas)
  • ácaros
  • baratas
  • animais de estimação (por ex. gatos, cães, porquinhos-da-índia, coelhos)
  • outros animais (por ex. cavalos e aves)

Porque ocorrem os sintomas?

A inflamação ocular ligada à febre-dos-fenos (rinite alérgica) é frequentemente sazonal, ocorrendo durante as estações do pólen, mas também pode ser perene e persistente durante o ano.

Breve perspectiva da inflamação ocular

A conjuntivite é uma inflamação da camada exterior das órbitas que pode ocorrer em consequência da exposição a alergénios ou devido a uma infecção vulgar por constipação. A inflamação ocular ou conjuntivite ocorre frequentemente em conjunto com a febre-dos-fenos (rinite alérgica).

Condições gastrintestinais

Sintomas

  • diarreia
  • dores de estômago
  • náuseas e vómitos
  • perda de peso

Estímulos comuns (alergénios)

Bebés e crianças (0-3 anos)

  • ovos
  • leite
  • trigo
  • soja

Crianças e adultos

  • ovos
  • leite
  • marisco
  • trigo
  • amendoins
  • avelãs e outros frutos secos de árvores
  • frutas e vegetais

Porque ocorrem os sintomas?

Os sintomas estão intimamente ligados à ingestão de comida. No entanto, pode ser difícil fazer um diagnóstico adequado, pois há muitas causas possíveis para os problemas gastrointestinais, como alergia, doença celíaca ou intolerância à lactose.

Breve perspectiva dos problemas gastrointestinais

As alergias podem provocar problemas gástricos/intestinais, tais como dores, diarreia e vómitos nos adultos e nas crianças, mesmo a partir do primeiro ano de vida.

Urticária

Sintomas

  • urticária
  • erupção cutânea

Alergénios comuns

  • frutos secos
  • marisco
  • ovos
  • leite

Porque ocorrem os sintomas?

A urticária pode ser alérgica ou não alérgica, e é muito comum. A alergia é a causa mais comum de urticária nas crianças e nos adultos.

Além da alergia a alimentos ou outras substâncias, como medicamentos, a urticária pode ser despoletada por estímulos físicos directos, como temperaturas extremas, água, sol e exercício físico. As infecções virais e o stress também podem provocar um surto de urticária.

Breve perspectiva da urticária

A urticária consiste em pápulas (inchaços) localizadas, pálidas, cor de rosa e com prurido que podem arder ou picar. Podem ocorrer isoladamente ou em grupos, em qualquer zona da pele. A maior parte dos episódios de urticária desaparece rapidamente no espaço de alguns dias ou semanas.

Síndrome de alergia oral

Sintomas

  • prurido na garganta
  • prurido na boca
  • prurido nos lábios

Estímulos comuns (alergénios)

  • frutos (por ex. maçãs, peras, cerejas, pêssegos, ameixas, alperces, kiwis)
  • vegetais (por ex. cenouras, batata crua, aipo)
  • frutos secos e leguminosas (por ex. avelãs, castanhas de caju, nozes e amêndoas, amendoins, soja)

Porque ocorrem os sintomas?

A síndrome de alergia oral (OAS, Oral Allergy Syndrome) pode ocorrer em pessoas alérgicas ao pólen, ao comerem determinadas frutas, vegetais, frutos secos ou leguminosas. O sintoma aparece devido ao facto de os pólenes conterem proteínas ou estruturas semelhantes às presentes nestes alimentos em particular. Trata-se de uma reacção cruzada.

A OAS não é, portanto, uma alergia alimentar separada, representando ao invés uma reacção cruzada entre o pólen e determinados frutos e vegetais. Está normalmente limitada à ingestão de frutos e vegetais apenas em cru.

Breve perspectiva da síndrome de alergia oral

A síndrome de alergia oral (OAS) é comum nos doentes alérgicos ao pólen. Trata-se de uma condição normalmente temporária e relativamente suave, caracterizada por inchaço, vermelhidão e prurido na área da boca. Ocasionalmente afecta também os olhos.

Asma

Sintomas

  • tosse
  • falta de ar
  • pieira e respiração sibilante

Estímulos comuns (alergénios)

  • pólen (por ex. árvores, ervas e gramíneas)
  • ácaros
  • baratas
  • animais de estimação (por ex. gatos e cães)
  • outros animais (por ex. cavalos e aves)
  • alimentos

Porque ocorrem os sintomas?

Os sintomas da asma ocorrem em ligação à exposição aos alergénios, exercício, ar frio, ar seco e em ligação às infecções das vias respiratórias. Outros irritantes, como odores fortes ou fumo de cigarro, podem também despoletar uma reacção asmática.

Breve exposição da asma

A asma define-se como pieira persistente, frequentemente acompanhada por respiração sibilante, falta de ar e tosse, especialmente de noite e de manhã. Trata-se da doença crónica mais comum na infância, frequentemente despoletada por alergias. 

Reacções anafiláticas

Sintomas

Os primeiros sintomas ligeiros podem incluir

  • urticária
  • formigueiro e prurido junto à boca
  • inchaço à volta dos olhos e da boca

Os sintomas graves podem incluir

  • prurido, especialmente sob os pés, palmas das mãos e couro cabeludo
  • formigueiro na boca
  • inchaço da boca e garganta
  • hipotensão
  • dores abdominais
  • náuseas e vómitos
  • falta de ar
  • sintomas de asma
  • deterioração da condição geral

A anafilaxia é uma reacção que afecta diferentes órgãos do corpo, um de cada vez ou vários ao mesmo tempo. Mesmo que os sintomas possam ser ligeiros inicialmente, há um risco de rapidamente porem em perigo a vida, pelo que é muito importante proceder rapidamente ao tratamento. A situação é urgente se a pessoa perder os sentidos.

Estímulos comuns (alergénios)

  • amendoins
  • frutos secos com avelãs, castanhas do Maranhão, nozes e cajus
  • peixe
  • soja
  • marisco
  • leite
  • ovos
  • sementes
  • frutas
  • medicamentos
  • venenos da abelha e vespa

Há também outros alimentos que podem despoletar reacções graves, dependendo dos hábitos alimentícios locais.

Breve descrição da anafilaxia

Uma reacção anafilática pode também chamar-se choque anafilático, e é uma reacção alérgica com risco de vida. A reacção ocorre normalmente de forma rápida, após 5 a 15 minutos, e exige cuidados imediatos.

A anafilaxia relacionada com alimentos pode ser despoletada quando o exercício físico é combinado com a ingestão de alimentos a que a pessoa é alérgica.