Os alergénios acumulam-se em sintomas

Um sintoma alérgico pode aparecer em consequência de uma exposição a um alergénio específico, mas pode ser o resultado combinado de outras alergias subjacentes. O histórico de cada caso raramente conta a história toda. Antes de decidir as medidas a tomar é essencial obter o quadro completo para compreender o processo da doença subjacente.

Os sintomas são despoletados por um ou por vários alergénios?

Identificar o alergénio óbvio, por exemplo o pólen na altura do pólen, nem sempre é suficiente. Identificar todos os alergénios relevantes que, em conjunto, contribuem para os sintomas, é um pré-requisito para se poder aconselhar de forma completa sobre as substâncias a evitar, trazendo o doente de volta abaixo do limite dos sintomas.

  • 80 % dos doentes alérgicos têm poli-sensibilização, ou seja, são alérgicos a mais de um alergénio.
  • Em média, hoje em dia, um doente de cuidados primários é sensível a três ou mais alergénios

Análise ao sangue ImmunoCAP, uma ajuda para identificar os alergénios relevantes

Em geral, os alergénios a que o doente está exposto indicam o que deve ser testado. Outros parâmetros a ter em conta são a idade, tipo de sintomas e ambiente doméstico (animais de estimação, passatempos, etc.) do doente e a residência do doente em termos geográficos.

Os painéis de alergénios ImmunoCAP pré-especificados são compostos por uma selecção de alergénios relevantes para sintomas específicos. Estes painéis são uma ajuda para identificar o alergénio ou alergénios causadores, para que o tratamento e os conselhos alargados sobre substâncias a evitar possam ser mais especificamente indicados. Em consequência, é possível melhorar o bem-estar dos doentes.