Os factores de um diagnóstico fiável

Os sintomas, bem como os auto-anticorpos apresentados por um doente, devem sempre ser tidos em conta para um diagnóstico preciso e fiável. Mas há factores adicionais a considerar.

É possível fazer um diagnóstico considerando diferentes aspectos:

  • Historial médico: O médico faz perguntas ao doente acerca dos sintomas e da duração dos mesmos.
  • Exame clínico: O médico verifica se há sinais médicos (por exemplo, gânglios linfáticos inchados, articulações inflamadas, etc.).
  • Testes laboratoriais: Os médicos podem analisar o sangue do doente para detectar marcadores de inflamação e/ou auto-anticorpos. 

Além disso, o conhecimento e consciência por parte do médico e a comunicação eficaz entre médico e doente são essenciais para se conseguir um diagnóstico preciso.