Anemia Perniciosa

A anemia perniciosa é a fase terminal de uma gastrite auto-imune que resulta na destruição da mucosa gástrica, uma doença que pode ser prevista muito antes de se apresentar clinicamente.

Apenas uma pequena proporção (10-15%) dos doentes com gastrite auto-imune desenvolve anemia perniciosa. Todavia, com uma prevalência estimada em 1,9% da população ocidental de adultos com idade igual ou superior a 60, a anemia perniciosa representa a causa mais comum de deficiência de vitamina B12 nestas populações.

Embora seja "silenciosa" até à fase terminal, a lesão gástrica pode ser identificada anos antes da apresentação clínica, através de marcadores imunológicos específicos para a auto-imunidade gástrica. A gastrite resulta numa deficiência de factor intrínseco, uma proteína que se prende à vitamina B12 e promove o seu transporte para o íleo terminal para ser absorvida. Consequentemente, a gastrite é clinicamente designada como deficiência de vitamina B12 associada à anemia megaloblástica. A anemia era, de facto, "perniciosa" quando foi descoberta, mas actualmente, pode ser controlada através de um tratamento de vitamina B12.