Lúpus Induzido por Fármacos

O lúpus eritematoso induzido por fármacos (LIF) é uma síndrome, semelhante ao lúpus eritematoso disseminado, causado por um de vários fármacos, como a hidralazina, procainamida, isoniazida, D-penicilamina e clorpromazina. Por norma, é resolvido com a retirada do fármaco que provoca o problema.

Aproximadamente 10% dos casos de LED idiopático são induzidos por fármacos. A incidência nos EUA é de 15 a 20 mil novos casos por ano.

75% dos doentes que recebem uma terapia de procainamida desenvolvem ANA (anticorpos antinucleares) ao fim de 1 ano de tratamento. Quase 100% desenvolvem ANA ao fim de 2 anos, a maioria deles assintomáticos, mas 10-30% desenvolvem lúpus induzido por fármacos.