Perguntas e Respostas

  • CallOutPage - ImmunoCAP Rapid

  • ImmunoCAP Rapid. Resultados directos, claros e simples ImmunoCAP Rapid. Resultados directos, claros e simples
    ImmunoCAP Rapid. Resultados directos, claros e simples

O ImmunoCAP Rapid é um teste pronto a utilizar com alergénios pré-seleccionados conforme os sintomas e a idade. Todos os reagentes necessários são incluídos no kit juntamente com instruções de utilização. No entanto, podem surgir dúvidas. Aqui poderá encontrar as respostas às perguntas mais frequentes.

 

Amostra | Procedimento do ensaio | Interpretação dos resultados | Alergénios 

Amostra

P1

Que tipos de lancetas se deve utilizar?

Dado que o volume de sangue necessário para o ensaio é bastante elevado (110 µl), deve-se utilizar lancetas que forneçam um bom fluxo sanguíneo.

P2

Até que ponto é importante adicionar o volume de sangue correcto ao poço de amostras de sangue?

Testou-se um volume de 110 µl ± 10% (100 µl – 120 µl), o qual resultou.

P3

Durante quanto tempo a amostra de sangue pode ficar armazenada no dispositivo de amostras de sangue?

A amostra pode ficar armazenada durante 5 minutos no dispositivo de amostras de sangue sem ser afectada.

Procedimento do ensaio

P4

Se o dispositivo do ensaio tiver sido guardado sem a protecção de uma saqueta de alumínio, pode ser utilizado?

Estudos internos mostraram que o dispositivo do ensaio fica estável durante 1 hora à temperatura ambiente.

P5

De acordo com as instruções de utilização, o tempo para a primeira incubação (fase de separação e incubação da amostra) é de 5 minutos, período após o qual é necessário adicionar a solução de desenvolvimento. Até que ponto é importante o tempo para a primeira incubação?

O tempo para a primeira incubação foi testado entre 5 e 7 minutos e resultou. Provavelmente, o risco de fuga de sangue aumenta com o tempo, variando entre as amostras individuais e os níveis de hematócritos.

P6

Até que ponto é importante adicionar o volume correcto de solução de desenvolvimento (500 µl)?

Estudos internos mostraram que os resultados não são afectados se se adicionar a solução de desenvolvimento no intervalo de 450 – 550 µl.

Interpretação dos resultados

P7

Se não aparecerem linhas de controlo cor-de-rosa/vermelhas depois de concluído o ensaio, o que devo fazer?

O dispositivo do ensaio não está a funcionar correctamente e o doente deve ser submetido a outro teste com um novo dispositivo de ensaio.

P8

Os resultados do teste têm de ser lidos de imediato após a conclusão do procedimento do ensaio?

Estudos internos mostram que os resultados não são significativamente afectados no espaço de uma hora após a conclusão do procedimento do ensaio. No entanto, o risco de fuga de sangue para a(s) janela(s) de teste aumenta com o tempo.

P9

Por que razão existe uma diferença na intensidade das linhas cor-de-rosa/vermelhas que indicam resultados de teste positivos?

Existe uma relação global entre a intensidade das linhas cor-de-rosa/vermelhas e a concentração de anticorpos IgE específicos dos alergénios nas amostras. No entanto, devido à complexidade da composição dos alergénios e da resposta imunitária de cada doente, a relação entre a cor e a concentração de anticorpos IgE pode variar de amostra para amostra.

P10

Por que razão se obtêm ocasionalmente resultados de teste positivos em relação ao t9 (pólen da oliveira) entre a população do Norte da Europa, que não costuma estar exposta ao pólen da oliveira?

a

Uma das explicações pode ser a reactividade cruzada diferente entre árvores e plantas.
O freixo (Fraxinus), o lilás (Syringa) e o alfeneiro (Ligustrum), árvores que estão presentes no Norte da Europa, pertencem à mesma família (Oleaceae) da oliveira (Olea). Deste modo, é de esperar alguma reactividade cruzada entre as espécies.

Após a exposição a três outros pólenes da mesma família, foram produzidos anticorpos de estruturas alergénicas específicas comuns, dando resultados positivos em relação ao t9 no ImmunoCAP® Rapid; consulte a imagem abaixo.

A imagem inclui também outros exemplos de possíveis reactividades cruzadas semelhantes ao exemplo acima descrito. 

b

Os anticorpos da profilina (uma estrutura alergénica comum nos pólenes) podem dar resultados positivos relativamente a alguns ou todos os pólenes incluídos no ImmunoCAP® Rapid.

A exposição e a sensibilização ao t3 – bétula comum (Betula verrucosa) – podem, neste caso, originar resultados positivos em relação a alguns ou todos os alergénios de pólenes no ImmunoCAP® Rapid, incluindo o t3; consulte a imagem abaixo. 

 

P11

Por que razão se obtêm ocasionalmente resultados de teste positivos em relação ao d1 (ácaros, Dermatophagoides pterinyssinus) e ao i6 (barata, Blatella germanica) quando não se conhece qualquer exposição ao i6?

A tropomiosina é um componente alergénico que pode ser responsável por uma reactividade cruzada entre a barata e os ácaros.

Alergénios

P12

Qual é a base para a escolha dos alergénios existentes no ImmunoCAP® Rapid Wheeze/Rhinitis Child?

O produto é desenvolvido para crianças com idades diferentes e sintomas do tipo alergia como síbilo e/ou rinite.

  • A fundamentação para a inclusão de ovos e leite no perfil baseia-se nos relatórios que indicam uma ligação entre a sensibilização a alimentos e a asma/síbilo nas crianças mais novas.
  • Com idades superiores, a sensibilização a alergénios do interior, como pêlo de gato, de cão e ácaros, começa a ter um papel mais importante.
  • À medida que a criança cresce, os alergénios do exterior,como pólenes de gramíneas, ervas e árvores, tornam-se nos factores mais importantes que estão por trás dos sintomas alérgicos como a rinite e a asma/síbilo.

Os alergénios seleccionados são adequados para as crianças tanto do Norte como do Sul da Europa.

P13

Quais são os antecedentes da escolha de alergénios no ImmunoCAP® Rapid Asthma/Rhinitis Adult?

O produto foi desenvolvido para doentes adultos com sintomas do tipo alergia no aparelho respiratório como, por exemplo, rinite e asma.
Nos doentes alérgicos adultos com sintomas respiratórios, os alergénios inalantes são os estímulos dominantes. Existem relatos de casos em que os alergénios do interior são mais frequentemente responsáveis pela asma alérgica e que os alergénios do exterior são mais predominantes entre os doentes alérgicos com sintomas no aparelho respiratório superior.
Os alergénios escolhidos são relevantes tanto para o Norte como para o Sul da Europa.

P14

As matérias-primas para alergénios utilizadas no ImmunoCAP® Rapid são as mesmas do que as incluídas no ImmunoCAP® Specific IgE?

As matérias-primas para alergénios utilizadas no ImmunoCAP® Rapid são basicamente as mesmas para os testes ImmunoCAP® Specific IgE, mas cada alergénio foi optimizado para a tecnologia ImmunoCAP® Rapid.