Doenças Hepáticas

Anticorpos M2 | Anticorpos LKM 1

Anticorpos M2

Produto

Artigo N.º

N.º de testes

Varelisa M2 Antibodies  147 96 96 testes

Antigénios

Os antigénios mitocondriais são subunidades dos complexos da 2-oxo desidrogenase ácida e estão localizados na membrana mitocondrial interna das células eucarióticas. A função principal do complexo da 2-oxo desidrogenase ácida é canalizar electrões através de reacções oxidativas da descarboxilase. Actualmente, estão identificadas nove subclasses diferentes de AMA (M1 a M9), sendo a M2 a mais importante enquanto marcador de cirrose biliar primária (CBP). Os anticorpos M2 reconhecem componentes da enzima piruvato desidrogenase (PDH). Os antigénios (aprox. 74, 52, 45 e 39 kDa) são ubíquos, nomeadamente na mitocondria em mamíferos e na levedura, bem como em bactérias e cloroplastos. Três dos quatro antigénios M2 são enzimas E2, que catalisam a transferência do resíduo descarboxilado respectivo da enzima E1 (descarboxilase) para a coenzima A. O quarto componente de M2 é representado por uma proteína X, que está associada à PDH.

O ensaio Varelisa M2 Antibodies usa piruvato desdrogenase purificado.

Especificidade e prevalência dos anticorpos

Cirrose biliar primária, CBP (96%), diagnóstico diferencial para hepatite auto-imune.

Informações acerca da cirrose biliar primária

Actividade da doença

As concentrações de AMA não estão relacionadas com as fases da doença e o prognóstico. Os efeitos dos fármacos terapêuticos nos níveis de AMA são limitados.

Quando é que a medição é recomendada?

  • Suspeita de cirrose biliar primária (CBP).

Isótipo de anticorpos

IgG

Referências bibliográficas

Leung PSC, Coppel RL, Gershwin E (1996)  |  Baum H (1995)  |  Berg PA, Klein R (1992) 

 Voltar ao início

 

Anticorpos LKM 1

Produto

Artigo N.º

N.º de testes

Varelisa LKM 1 Antibodies 175 96 96 testes

Antigénios

Os anticorpos microssomais do fígado/rins (LKM) são caracterizados utilizando imunofluorescência indirecta, pela sua reacção ao citoplasma dos hepatócitos e aos túbulos renais proximais, mas não distais. Os anticorpos anti-LKM 1 reagem ao citocromo 50 kDa P 450 II D6, que é uma das pelo menos 15 isozimas hepáticas humanas P450 que estão envolvidas no metabolismo de fármacos da fase I.

O ensaio Varelisa LKM 1 Antibodies usa citodroma recombinante humano P450 II D6.

Especificidade e prevalência dos anticorpos

  • Hepatite auto-imune tipo II (100%, porque o AIH tipo II se caracteriza pelo LKM 1 positivo).
  • Hepatite crónica C (7%).
  • Hepatite halotânica (muito rara).

Actividade da doença

A concentração de anticorpos LKM 1 não está correlacionada com as fases da doença.

Quando é que a medição é recomendada?

Suspeita de hepatite auto-imune.

Isótipos de anticorpos

IgG

Referências bibliográficas

Manns MP (1996)  |  Obermayer Straub P, Strassburg CP, Manns MP (2000)  |  Mann MP, Rambusch EG (1996) 

Voltar ao início