Doenças da Tiróide

Anticorpos da Peroxidase da Tiróide | Anticorpos da Tiroglobulina

Anticorpos da Peroxidase da Tiróide

Produtos

Artigo N.º

N.º de testes

ImmunoCAP Thyroid Peroxidase 14-4508-35 3x16 testes
Varelisa TPO Antibodies 123 96 96 testes

Antigénios

A Peroxidase da Tiróide (TPO) foi caracterizada como uma hemoproteína de membrana integral (MW de aproximadamente 100 kDa), que catalisa a iodinação da tiroglobulina (TG), bem como o acoplamento de dois resíduos de diiodotirosina na molécula de TG para formar tiroxina. A natureza efectiva do "antigénio microssomal" permaneceu desconhecida durante quase três décadas, até 1985, altura em que Portmann et al. conseguiram demonstrar que o antigénio microssomal é idêntico à TPO. A sensibilidade e especificidade dos ensaios de anticorpos da TPO dependem em grande medida da pureza e qualidade do antigénio de teste e, em particular, da ausência de contaminante de TG.

Os ensaios Varelisa TPO Antibodies e ImmunoCAP Thyroid Peroxidase usam TPO humano recombinante, produzido em células eucarióticas (sistema baculovírus/Sf9).

Associação de doenças, prevalência e especificidade de anticorpos

  • Tiróide de Hashimoto (91-99%).
  • Doença de Graves (71-97%).
  • Mixedema primário (40-70%).
  • Tiroidite pós-parto (60%).
  • Tiroidite subaguda (de Quervain) (muito rara).
  • Orbitopatia endócrina (47%).
  • Bócio simples (25%).
  • Cancro da tiróide (5%).
  • Pode ocorrer em doenças auto-imunes de órgãos específicos, incluindo anemia perniciosa, doença de Addison, diabetes mellitus tipo I, síndromes de insuficiência poliglandular endócrina, etc.
  • Indivíduos saudáveis (5-15%, mais elevado em idosos, mas maioritariamente em níveis baixos).

Informações acerca das doenças

Os novos ensaios têm sensibilidades e especificidades de >95%. Os testes negativos podem virtualmente excluir o diagnóstico de tiroidite.

Actividade da doença

Em termos quantitativos, existe uma tendência de os indivíduos com níveis mais elevados de anticorpos serem mais susceptíveis de hipotiroidismo.

Quando é que a medição é recomendada?

  • Suspeita de tiroidite.
  • Gravidez em mulheres com antecedentes familiares de complicações da tiróide ou auto-imunes.

Isótipo de anticorpos

IgG

Referências bibliográficas

Rapoport B, McLachlan SM (1996)  |  McLachlan SM, Rapoport B (1995)  |  Kraiem Z (1998)   

Voltar ao início

 

Anticorpos da Tiroglobulina

Produto

Artigo N.º

N.º de testes

Varelisa TG Antibodies 121 96 96 testes
ImmunoCAP Thyroglobulin 14-4507-35 3x16 testes

Antigénios

A tiroglobulina (TG) é uma grande glicoproteína globular 670 kDa formada por duas subunidades idênticas ligadas por dissulfureto. A maior parte da iodina da tiróide está associada a esta pro-hormona que desempenha um papel importante na biosintese das hormonas T3 e T4 da tiróide. Cerca de 75% do conteúdo total de proteínas do folículo da tiróide é formado por tiroglobulina. Dado o elevado conteúdo de TG da glândula da tiróide, é possível alcançar uma boa qualidade e pureza do antigénio com técnicas de purificação convencionais.

Os ensaios Varelisa TG Antibodies e ImmunoCAP Thyroglobulin são revestidos com tiroglobulina purificada de glândulas de tiróide humana.

Associação de doenças, prevalência e especificidade de anticorpos

  • Tiróide de Hashimoto (60-85%).
  • Doença de Graves (30-80%).
  • Mixedema primário (20-30%).
  • Tiroidite pós-parto (30%).
  • Tiroidite subaguda (de Quervain) (muito rara).
  • Orbitopatia endócrina (24%).
  • Bócio simples (4%).
  • Cancros da tiróide (2-15%).
  • Anemia perniciosa (27%).
  • Doença de Addison (28%).
  • Diabetes mellitus (20%).
  • Indivíduos saudáveis (4-8%, mais elevado em idosos, mas maioritariamente em níveis baixos).

Os auto-anticorpos da TG e da TPO proporcionam um teste de exclusão valioso nos doentes com doença da tiróide, porque mais de 98% dos doentes com tiroidite possuem auto-anticorpos para um ou ambos os antigénios. Os testes negativos podem virtualmente excluir o diagnóstico de tiroidite.

Actividade da doença

Factor de risco primário de doença auto-imune da tiróide. Uma alteração nos níveis de anticorpos da TG pode proporcionar informações úteis em doentes pós-operatórios com carcinoma diferenciado da tiróide; uma elevação destes anticorpos pode ser sinal de recorrência ou de metástases.

Quando é que a medição é recomendada?

  • Suspeita de tiroidite.
  • Carcinoma diferenciado da tiróide após cirurgia.

Isótipo de anticorpos

IgG

Referências bibliográficas

Burek CL, Rose NR (1996)  |  Kraiem Z (1998)  |  Fisher DA, Pandian MR, Carlton E (1987)

Voltar ao início