Doenças do Tecido Conjuntivo

Perfis

Produtos

Artigo N.º

N.º de testes

Varelisa ReCombi ANA Profile

184 96

10 Perfis

Varelisa ANA Profile

183 96

10 Perfis

Antigénios

Os anticorpos antinucleares ligam-se aos antigénios intracelulares e são marcadores serológicos de doenças reumáticas sistémicas. Em 1961, demonstrou-se que diferentes padrões de imunofluorescência correspondem a diferentes especificidades dos anticorpos e, por conseguinte, ocasionalmente a doenças especiais. No ELISA, os antigénios nucleares podem ser usados para a detecção dessas especificidades de ANA, que se revestem de um interesse especial no diagnóstico de doenças reumáticas.

Antigénios no Perfil Varelisa ReCombi ANA:

dsDNA (ADN bicatenário de plasmídeos recombinantes)
U1RNP (70 kDa, A e C humano recombinante)
Sm

(peptídeo SmD sintético)

SS-A/Ro (52 kD e 60 kD humano recombinante)
SS-B/La

(recombinante humano)

Scl-70 (de topoisomerase I humana recombinante)
CENP (CENP-B humano recombinante)
Jo-1 (histidil-RNA-sintetase humano recombinante)


Antigénios no Perfil Varelisa ANA:

RNP70 (U1 snRNP 70 kD humano recombinante)
U1RNP (U1 snRNP 70 kD, A, C humano recombinante)
Sm

(peptídeo Sm D sintético)

SS-A/Ro (52 kD e 60 kD humano recombinante)
SS-B/La

(recombinante humano)

Scl-70 (de topoisomerase I humana recombinante)
CENP (CENP-B humano recombinante)
Jo-1 (histidil-RNA-sintetase humano recombinante)


Associação de doenças, prevalência e especificidade de anticorpos

Auto-antigénio

Doença e Prevalência

Significado Clínico

Ref.
dsDNA

LED activo com afecção renal: >95 %
sem afecção renal: 50-70%
LED inactivo: <40%

Marcador específico no LED: está correlacionado com a actividade da doença (monitorização), marcador de danos tecidulares
Os anticorpos dsDNA estão associados a um risco aumentado de nefrite.
1
RNP
(70 kDa, A, C)
LED: 30 - 40 %
DMTC: 100 %
Os anticorpos U1 snRNP indicam um bom prognóstico no que toca ao desenvolvimento de afecção renal, também quando encontrados em conjunto com Sm.
A DMTC é determinada através de níveis elevados de anti-U1 snRNP.
2
Sm D LED: 10 - 30 % Marcador altamente específico do LED 2
SS-A/Ro
(52 kD, 60 kD)
LED: 40 - 50 %
SS: 60 - 70 %
Mãe de criança com lúpus neonatal
Risco elevado de lúpus neonatal se a mãe tiver anticorpos SS-A/Ro (especialmente quando orientado para 52 kD) e SS-B/La 3
SS-B/La LED: 5 - 10 %
SS: 25 - 50 %
Mãe de criança com lúpus neonatal: 60%
Os anticorpos SS-B/La encontram-se quase sempre em combinação com anticorpos anti-SSA; mais específicos da síndrome de Sjögren do que o anti-SS-A/Ro 3
Scl-70 Esclerodermia:
20 - 60 %
Marcador altamente específico da esclerodermia 3
Centrómero
(CENP-B)
CREST: 20-35 % Presente em doentes com esclerodermia, maioritariamente na forma limitada. Também presente em doentes com cirrose biliar primária 3
Jo-1 Poli-/Dermatomiosite: 30 % Os doentes apresentam frequentemente afecções pulmonares. Os doentes com resultado positivo de anticorpos Jo-1 tendem a padecer de doença grave com fraca reacção à terapia 2

 

Actividade da doença

Os antigénios individuais no perfil têm uma boa correlação com a actividade da doença, os outros não. Para a monitorização, recomenda-se a medição de especificidades individuais.

Quando é que a medição é recomendada?

Suspeita de doença do tecido conjuntivo.

Isótipos de anticorpos

IgG

Referências bibliográficas

Conrad K, Schössler W, Hiepe F (2002)  |  Peter JB, Shoenfeld Y (1996)  |  Shoenfeld Y, Gershwin ME, Meroni PL (2007)  |  Venrooij WJ, Maini RN (1996)  |  Peene I, Meheus L, Veys EM, De Keyser F (2001)  |  Peng SL, Hardin JA, Craft J (1997)  

Voltar ao início